Bem vindo ao Blog do Condomínio Reserva do Alto Aricanduva.

Posts Recentes
Arquivos

Som Alto durante as Festas e Uso de Furadeira fora do Horário permitido

July 10, 2017

1/10
Please reload

September 30, 2016

Please reload

Saiba como o horário de verão pode afetar saúde dos cães

16 Oct 2016

 

 

Durante a transição para o horário de verão é comum que muitas pessoas fiquem mais cansadas, sendo uma consequência direta da alteração da qualidade do sono, que pode ficar comprometida neste período. Mas você sabia que a saúde dos cães também acaba sendo afetada pelo horário de verão?

 

Por mais difícil que possa parecer, a mudança de horário também pode comprometer a saúde dos bichinhos de estimação. Assim, como nós, eles também precisam de ajuste com o início e o término do horário de verão.

 

Assim como as crianças, cães e gatos acabam se habituando a uma rotina. Tanto é que é comum que o animal, mesmo sem relógio, saiba a hora de acordar e de esperar o dono na porta, após a jornada de trabalho. Ou ainda, de avisar o dono que está na hora de fornecer a sua comida.

 

Saúde dos cães é ditada pela rotina

 

Isto ocorre porque os cães e os gatos se acostumam com o dia a dia da casa e até com a presença ou a ausência da luz solar. Cães são animais que precisam de rotinas e de constância em suas vidas. Em virtude disto, qualquer mudança de rotina familiar pode afetar o comportamento  e a saúde dos cães.

 

Na maior parte do tempo, os animais procuram se ajustar as rotinas de seus donos. No entanto, as vezes eles precisam de ajuda. É o caso da entrada do horário de verão. Durante esta semana de transição, como a rotina de todo mundo é alterada, a saúde dos cães é afetada.

 

Por isto, é normal que os cães fiquem mais sonolentos durante este período ou que passem a pedir a comida em um horário diferente, sendo que esta adaptação pode levar pelo menos sete dias.

 

Para ajudá-los neste processo de adaptação ao novo horário, procure manter uma rotina normal em relação à nova referência de tempo. Alimentar e passear em horários que não sejam fixos os ajuda a acelerar este processo de adaptação, garantindo que a saúde dos cães deles não seja prejudicada.

 

Isso diminui a ocorrência de comportamentos ansiosos que podem ser resultar em latidos excessivos, agitação durante o passeio e engolir a comida rapidamente, sendo que as variações de horários não precisam ser grandes.

 

Alteração na saúde dos cães é indicada pelo latido

 

Cães que latem mais ou apresentam estar mais agitados do que o normal são os que mais demonstram sofrer com as mudanças provocadas pelo horário de verão. A hora do xixi e do cocô também costuma ser um problema, pois adiantando ou atrasando o relógio, não há como fazer o mesmo com o relógio biológico.

 

Por isto, aqueles cães que só fazem as necessidades durante o passeio, precisam de atenção e cuidado redobrado neste sentido, pois a hora que foi perdida pode fazer com o que animal não esteja pronto para suas necessidades fisiológicas ainda, aumentando a duração dos passeios.

 

É o mesmo que acontece com uma pessoa que viaja para locais com fuso horário diferente do habitual. Quando o horário de verão termina, o cuidado deve ser o mesmo. A saúde dos cães deve ser respeitada. Portanto, colocar o animal para dormir e acordá-lo na hora certa e ajustar os momentos dos passeios e da alimentação podem facilitar este processo de readaptação.

 

Fonte: www.doutissima.com.br

Please reload

Sigam-nos
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon

Nossas Redes Sociais

Fale Conosco

 

 

Copyright © 2016 Condomínio Reserva do Alto Aricanduva

 

Telefone: (11) 2724-0881

Você é nosso visitante nº
  • Facebook Social Icon